Sua fonte oficial de notícias do My Chemical Romance no Brasil reconhecida pela Warner Music BR. Nos acompanhe nas redes sociais e fique ligado nas novidades da banda.

The Foundations of Decay

“The Foundations of Decay” – A volta triunfal do My Chemical Romance

Resenha

“The Foundations of Decay”, novo single do My Chemical Romance, marca a volta da banda para os holofotes após oito anos do último lançamento inédito.

Texto por: Gabriela Reis
Revisão por: Marina Tonelli

Após dois anos do primeiro e único show antes do enfrentamento da pandemia, ontem (12) o My Chemical Romance apareceu na surdina para divulgar “The Foundations of Decay”, um single inédito que aqueceu ainda mais as turbinas do fandom para os shows que estão por vir na próxima semana na Inglaterra, que marcam o início da grande turnê de 2022.

Mostrando à que veio, com muita maturidade musical e uma mistura de estilos interessantes, “The Foundations of Decay”, que conta com seis longos minutos de duração, tem um começo um tanto oitentista, trazendo uma leve inspiração de The Cure com um misto leve e melancólico de Joy Division.

Embalado pela voz suave de Gerard Way, que divide o espaço com riffs bem marcados, o single lembra vagamente “Romance”, faixa de abertura do primeiro disco da banda, o clássico “I Brought You My Bullets, You Brought Me Your Love” de 2002.

No entanto, apesar da leve nostalgia que a introdução da música traz, o sentimento de Way durante a interpretação da canção, que vai se intensificando conforme a melodia cresce, traz influências claras às músicas profundas e raivosas presentes no “Three Cheers for Sweet Revenge” (2004).

Essa influência marcada da “Revenge Era” pode ser sentida ainda mais fortemente a partir da ponte da música, onde temos baterias marcadas junto dos riffs bem orquestrados por Ray Toro e Frank Iero, este que traz muito do que aprendeu em seus últimos trabalhos, principalmente com o Barriers, de 2019, pelo uso da guitarra base marcada, coisa que esteve bem presente nos dois últimos lançamentos solo de Iero.

Outro ponto alto que nos faz ter certeza de que estamos ouvindo algo legítimo e digno do MCR são as distorções presentes no final da música, que nos remetem à faixas como “To The End”, “Give ‘Em Hell, Kid” e “The Jestset Life is Gonna Kill You”, faixas presentes no “Three Cheers for Sweet Revenge (2004)”.

Mas deixando a nostalgia de lado, a banda mostra que esteve bebendo em fontes distintas, modificando o som e trazendo algo bem diferente do que vimos no último trabalho inédito, divulgado em 2014, com o lançamento da coletânea “May Death Never Stop You”, com a faixa “Fake Your Death”, que tinha mais espaço para o piano e para a voz de Way, mas contando com menos guitarras e sintetizadores.

Além das influências oitentistas, é possível notar uma pegada mais progressiva em “The Foundations of Decay”, tanto pela duração da faixa, quanto pela crescente melodia marcada pelos riffs mais suaves de início, e que acompanham a bateria durante a virada da música.

A voz de Way também conversa bem com o novo estilo abordado, principalmente pelo uso do coro em certos pontos da canção, transformando o lamento cantado pelo eu-lírico em algo quase angelical, etéreo, dando a sensação de que estamos dentro de uma igreja.

O trabalho da bateria (muito provavelmente feito por Jarrod Alexander, que trabalhou anteriormente com a banda e no show do Return de 2019) é extremamente importante aqui, uma vez que o ritmo acompanha os riffs, enquanto os gritos de Way se fazem ouvir nos pontos altos da canção.

Outro gênero que possivelmente inspirou a nova faixa do MCR é o post-HC (ou post hardcore), que possui linhas de baterias bem intensas e riffs detalhados, além dos gritos, que ajudam a compor a atmosfera dolorosa das músicas.

Muito mais maduros e experientes no ramo, após terem seguido caminhos distintos durante os anos que estiveram longe, o My Chemical Romance marca sua volta com um prelúdio de uma nova era, bem similar ao que Gerard Way tinha nos indicado que seria quase 10 anos atrás: sombria, intensa e passional.

E enquanto esperamos por mais músicas novas além dos shows da turnê tão esperada, confira a faixa completa na íntegra:

Beijos da G. e até a próxima!

Deixe uma resposta

Continue lendo

Menu
%d blogueiros gostam disto: