Sua fonte oficial de notícias do My Chemical Romance no Brasil reconhecida pela Warner Music BR. Nos acompanhe nas redes sociais e fique ligado nas novidades da banda.

Gerard Way Sobre o Ressurgimento do Rock: “As pessoas sentiram falta do som da guitarra”

Entrevistas

“Se alguém me desse uma guitarra grátis cada vez que alguém dissesse ‘O Rock está morto’, eu teria muitas guitarras”.

Texto originial: Will Richards
Tradução por: Marina Tonelli
Revisão por: Gabriela Reis

Em entrevista a NME o frontman Gerard Way, do My Chemical Romance, discutiu o ressurgimento do rock na cultura popular, dizendo que as pessoas “sentiam falta do som da guitarra”.

Em uma nova entrevista sobre sua carreira, Way discutiu os argumentos antiquados do “rock está morto”, seu amor pelo Nirvana e por que ele acredita que os motivos do rock estão se infiltrando mais uma vez na música pop.

Discutindo como o Nirvana “tinha a tag grunge e [o MCR] conseguiu a tag emo“, disse Way: “Acho que nenhuma de nossas bandas jamais se sentiu confortável com essas tags. Eu nunca gostei muito de [outras bandas] grunge; para mim foi o Nirvana“.

Eu não os considerava necessariamente grunge – acho que eles eram como um modelo ideal, mas ao mesmo tempo, ninguém mais que fosse uma banda grunge soava realmente como eles, sabe? Eu também me sentia assim em relação ao My Chemical Romance. Tínhamos emergido nesta cena emo de segunda onda, e isso nunca me pareceu realmente certo”.

Discutindo o surgimento do My Chemical Romance no início dos anos 2000 e como a visão do rock mudou desde então, Way acrescentou: “Nos anos 2000, quando emergimos, você viu outras bandas como a Green Day terem quase uma revitalização total: era uma época de rock and roll. O rock and roll era uma coisa realmente dominante.”

E então o pop começa a correr muitos riscos e, de repente, você vê pessoas tentando fazer com que as bandas usem menos guitarras”. Você continua ouvindo: ‘O rock está morto’. Se alguém me desse uma guitarra grátis toda vez que alguém dissesse ‘O Rock está morto’, eu teria muitas guitarras.

Ele acrescentou: “O que eu acredito que aconteceu naquela época em que o rock se foi, [quando] você não ouvia guitarras nas coisas, eu acho que as pessoas realmente sentiam falta do que você pode obter de uma banda de rock e você não pode obter em nenhum outro lugar. Elas apenas sentiam falta do som da guitarra.

Acho que é por isso que você está começando a ouvi-los no pop. Acho que à medida que este ciclo continua, os sons vão ficar mais pesados e mais viscerais, porque acho que as pessoas só precisam disso. Eu acho que as pessoas só precisam disso [das guitarras]” .

Na semana passada, o My Chemical Romance anunciou sete novas datas na Europa como parte de sua turnê de reunião de 2022.

Depois de muitas datas extras no Reino Unido, a banda de New Jersey confirmou shows adicionais na França, Alemanha, Hungria e Polônia para ir junto com sua já anunciada série de shows de reunião.

My Chemical Romance acabou em 2013, mas se reuniu em 2019 para um show no Shrine Auditorium & Expo Hall, em Los Angeles. Logo depois, anunciaram planos de turnê, mas estes foram adiados por causa do coronavírus.

Deixe uma resposta

Continue lendo

Menu
%d blogueiros gostam disto: