FAKE YOUR DEATH BRASIL

Sua fonte oficial de notícias do My Chemical Romance reconhecida pela Warner Music Brasil

Planet Earth – A canção que levou Gerard Way até o festival de Cannes

Hoje é o aniversário de lançamento do documentário musical Duran Duran Unstaged, que teve a participação de Gerard Way como um de seus convidados. O Fake Your Death Brasil trouxe algumas informações e curiosidades sobre esse projeto.

Texto: Malena Wilbert
Revisão: Marina Tonelli

O My Chemical Romance tinha pouco a provar em 2011. Após o sucesso estrondoso de “Three Cheers For Sweet Revenge” (2004) e do aclamado “The Black Parade” (2006), a banda já havia caído nas graças do público e da mídia, tendo seu posto de uma das maiores bandas de rock dos anos 2000 devidamente reconhecido. 

Considerando tal título, não é difícil de entender porque o grupo Duran Duran, um dos gigantes do rock dos anos 80, convidou Gerard Way para participar de um show histórico: o Duran Duran Unstaged. 

A apresentação fez parte de um projeto ambicioso, patrocinado pela American Express, Youtube e VEVO, uma série musical e documental que busca experimentar possibilidades do online, como votação para a apresentação do encore ou a capacidade de mudar os ângulos da câmera de acordo com a preferência do público. O primeiro show gravado e transmitido foi do  Arcade Fire, no Madison Square Garden, em Nova York, em 5 de agosto de 2010.

Um ano depois, Duran Duran subiu nos palcos do Mayan Theatre, em Los Angeles, com músicas e a formação da  turnê All You Need Is Now. Como convidados Mark Ronson, Kelis, Beth Ditto (do The Gossip) e Gerard Way.  

A direção ficou por conta do renomado David Lynch, conhecido por definir seu próprio estilo cinematográfico, “Lynchiano”; surrealista. Sendo um artista que também se aventura pela música ocasionalmente, já era de se esperar que a colaboração trouxesse bons resultados. 

Com sobreposições de imagens de chamas, aviões e astros, é nítida sua influência na fotografia do registro. O espectador realmente é convidado para uma experiência multissensorial, quando as imagens se mesclam com os sons e mensagens das canções, proporcionando uma atmosfera única de superprodução. Tudo isso foi transmitido ao vivo, em preto e branco,  no canal Vevo do Duran Duran, em 23 de março de 2011.

Planet Earth 

Gerard Way subiu aos palcos na terceira música, para colaborar com nada mais nada menos que o primeiro single da banda Duran Duran, “Planet Earth”, originalmente lançado em 1981 e produzido por ninguém mais ninguém menos que Colin Thurston, engenheiro de som ligado às sessões de Heroes, de David Bowie.

Não bastasse Way estar ao lado de uma das bandas mais icônicas da história – da qual o vocalista já assumiu beber das influências – ele ainda estava cantando uma música ligada, mesmo que indiretamente, a um dos seus maiores ídolos. Com um terno preto perfeitamente alinhado, seu visual ficou completo graças aos efeitos lynchianos, que preservaram o vermelho vivo dos seus cabelos, sobressaindo-se na transmissão em tons de cinza e, eventualmente azul, quando um grande globo terrestre é inserido no centro da tela para ilustrar a performance. Ao lado de Simon Le Bon (vocalista do Duran Duran), Gerard abraçou o palco com suavidade, dividindo o posto de frontman com um de seus ídolos.  Com certeza, não é uma situação que todos os músicos têm o prazer de vivenciar. 

Premiere da versão do diretor em Cannes

Um show que reuniu tantas potências artísticas teve um reconhecimento a sua altura: Duran Duran foi a atração principal do  20º aniversário do evento “Cinema Against AIDS”, em 2013, apresentando uma versão inédita do show Duran Duran Unstaged, com cenas escolhidas pelo diretor David Lynch. 

O evento  beneficente é realizado todos anos, desde 1993, durante o Festival de Cinema de Cannes, com o objetivo de arrecadar fundos para a luta contra o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Somadas todas as edições, já foram arrecadados mais de US$80 milhões.

Eu fico por aqui. (E, desta vez, nem vou falar “admirando o trabalho desse homem”, pois isso todos vocês já estão cansados de saber).

Stay sane and stay safe.

Give ‘Em Hell, Kid.

Beijos, MW.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: