FAKE YOUR DEATH BRASIL

Sua fonte oficial de notícias do My Chemical Romance reconhecida pela Warner Music Brasil

Frank Iero and The Future Violents – Medicine Square Garden

Entre dançarinas e violência barata, o projeto solo de Iero traz mais um clipe 

Texto por: Gabriela Reis 

Parece que a quarentena não impediu os Future Violents de fazer barulho. Desde a semana passada, Frank postou coisas suspeitas em suas redes sociais, e tudo indicava que um novo vídeo estava por vir. 

Ontem (19) ele divulgou também em suas redes sociais um teaser em que fazia a divulgação da música Medicine Square Garden, que é a nona faixa do disco Barriers, um de seus projetos solo que inclusive veio para o Brasil em 28 de Abril de 2019. 

Este é o quarto clipe do projeto, e contou com uma produção interessante. 

Logo de primeira somos apresentados a três bailarinas que trazem uma TV de tubo antiga e colocam uma fita para tocar em um videocassete antigo. A música então começa e, em uma metalinguagem inteligente, os membros da banda surgem na tela, iniciando a performance. 

Todos os membros estão vestidos da mesma maneira – óculos de sol, camisa branca, gravata preta e o mais importante: usando batom vermelho. Aqui Frank não se apresenta como usualmente faz e aparece sem a guitarra, dando um show em uma performance carregada de danças e trejeitos marcados. 

Enquanto a música rola no vídeo, as dançarinas continuam dançando. É interessante ressaltar aqui que a tecladista Kayleigh Goldsworthy trabalha muito bem a voz nessa música, trazendo uma suavidade junto da voz de Frank – que acompanha a música inteira. 

A edição faz um ótimo trabalho sobrepondo as cenas em que as dançarinas malham no chão e as cenas onde o clipe se passa – com um fundo branco e um filtro levemente avermelhado, dando um tom vintage ao tal “footage” que as dançarinas estão ouvindo. 

Conforme o clipe avança, alguns flashes em vermelho chamam a atenção, mostrando que um ponto de virada está prestes a acontecer durante a narrativa. 

A música vai chegando em seu ápice e alguns recursos práticos são usados, como a luz piscando na academia e mais flashes – desta vez em outras cores e até mais rápidos – fazendo a história tomar um ritmo um pouco mais acelerado. 

A câmera, que antes mantinha um distanciamento das dançarinas, também se aproxima e continua com os flashes em outras cores. Elas também assumem uma postura um pouco mais animalesca, com movimentos mais bruscos, beirando a insanidade conforme a canção vai avançando. 

No ponto de virada da canção dois monstros gigantes aparecem e começam a matar os membros da banda enquanto Frank continua cantando, sem se importar com a chacina. 

Ao fim, o monstro também pega o Frank, arranca sua cabeça e a música acaba, dando a entender que as dançarinas também morreram após o final da canção. 

Essa não é a primeira vez que Frank traz temas mais macabros para seus clipes. Na música joyriding de seu primeiro projeto solo após o fim do My Chemical Romance – o frnkiero andthe cellabration (2014), o guitarrista trouxe uma temática que pode ser tomada como bem próxima do clipe lançado hoje. O fundo branco e o figurino da banda se assemelha bastante, além do uso de sangue, que é a marca registrada de Iero. 

Já em Weighted, faixa também do projeto de 2014, stomachaches, Frank volta dos mortos em um ritual macabro em um clipe feito todo em preto e branco e com protagonistas crianças, que nos levam a pensar que a produção possa ter sido inspirada por filmes antigos, da época de 80 e 90. 

Mostrando mais qualidade e provando a que veio, Frank trouxe mais um clipe bem descontraído para os fãs de uma música que era bem esperada pelo fandom desde o lançamento do CD. A direção do clipe é de David Brodsky & Allison Woest, que também dirigiu Basement Eyes, lançado em 18 de fevereiro deste ano.

Confira a produção nova na íntegra aqui: 

Esperamos ver mais coisas do The Future Violents mais para frente, incluindo, quem sabe, algum álbum novo. 

Em breve traremos uma resenha exclusiva sobre como foi o show da banda em São Paulo e quais foram as impressões de alguns membros de nossa equipe que estavam presentes, e também uma matéria completa contando sobre toda a trajetória da carreira solo do Frank, em comemoração ao 1 ano completado desde a performance no Brasil.

Mas e vocês, o que acharam deste clipe novo do Iero? Conta pra gente nos comentários! 

Eu vou ficando por aqui. 

Beijos da G. e até a próxima!

3 thoughts on “Frank Iero and The Future Violents – Medicine Square Garden

    1. hey there! G. here. thank you so much for following us ♥ we love mcr and all those solo projects from mcr’s boys. we’re so glad that our website came this far!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: